sábado, junho 07, 2008

livros

livros: sebentos, usados, manuseados, com páginas dobradas, manchadas, rasgadas. lidos e relidos. livros da minha infância e início da adolescência. companhia para todas as horas, evasão de todas as realidades e de toda a solidão. todos temos um passado*. aos 10 anos, o meu (também) passou por aqui:





Don Camilo acavalou os óculos, pegou no lápis e pôs a direito os períodos cambaleantes que Peppone tinha de ler no dia seguinte. Peppone releu-os, gravemente.
- Bem - aprovou. - Só não compreendo uma coisa: Onde eu dizia: "É nossa intenção ampliar o edifício escolar e reconstruir a ponte sobre o Fossalto", o senhor corrigiu para: "É nossa intenção ampliar o edifício escolar, reparar a torre da igreja e reconstruir a ponte sobre o Fossalto". Porquê?
- Questão de sintaxe - explicou gravemente Don Camilo.
- Felizes os que estudaram latim e conhecem todos os segredos da língua! - suspirou Peppone. - Desta maneira - acrescentou - vai-se o meu segredo, que era a esperança de ver a torre desabar em cima do abade.
Don Camilo abriu os braços.
- Temos de nos resignar à vontade de Deus.


* label roubada à menina-alice

3 comentários:

Scarlata disse...

Olha o Don caillo e peppone...isso aqui deu uns filmes.;DDD

menina alice disse...

E aqui também. Adoro esse livro.

Tu rouba à descarada. É um elogio. :)

alex disse...

eu lembro-me dos filmes, vi pelo menos um. recordo perfeitamente a cara do tipo que faz de d. camilo (acho que era o fernandel). mas o que eu curtia mesmo era o livro.

alicinha, obrigada. ;)