sábado, janeiro 24, 2009

haiku



Este caminho

Ninguém já o percorre,

Salvo o crepúsculo.


2 comentários:

margarete disse...

lindo.

alex disse...

foi amor à primeira leitura.